POSTS NOVOS

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Pinóquio nosso de cada dia?



Você sabe com surgiu o dia da mentira?

São muitas as explicações para o 1 de abril ter se transformado no dia da mentira ou dia dos bobos. De acordo com uma versão, a brincadeira surgiu na França do século XVI. Nessa época, o ano novo era comemorado dia 25 de março e as festividades só terminavam no dia 1 de abril. Quando em 1564, o rei Carlos IX da França adotou o calendário gregoriano e determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Zombadores passaram a ridicularizar o dia 1 de abril, enviando presentes esquisitos e convites para festas que não existiam.

Outras justificam o dia da mentira com a ideia de que a data foi inspirada na natureza, que costumava enganar as pessoas na virada de março para abril com mudanças climáticas repentinas. Ao serem feitas de bobas pelo tempo, as pessoas resolveram também adotar a brincadeira.





No Brasil, o primeiro a adotar a brincadeira foi o periódico “A Mentira”, em 1º de abril de 1848. O informativo transmitiu a notícia sobre o falecimento de D. Pedro, fato que não havia acontecido e só desmentiu no dia seguinte.
               
                Enfim o porquê do que como surgiu não é de tamanha relevância quanto a pratica da mentira é em si. De forma lamentável TODOS nós, eu faço questão de enfatizar o todo, temos contado as nossas “mentirinhas” diárias, seja por qual razão for. Nos livrar de uma bronca, sair de uma situação embaraçosa, só dar uma simples desculpa para um atraso ou não comparecimento em algum compromisso, enfim, essa é uma prática comum na vida da maioria de nós.

                Nos contos de fadas temos a figura do Pinóquio, um menino de madeira, que a cada mentira que contava seu nariz crescia, seria bom se pudéssemos ver narizes crescendo por aí para identificarmos mentiras de verdades, não é mesmo? Estamos rodeados desse mal assombroso, somos e estamos em meio uma civilização “pinoquiana” rsrsrsrs

                A Bíblia é enfática em nos dizer que a mentira tem um pai, e esse é o próprio diabo, do mesmo modo que a bíblia nos instrui a vivermos continuamente na verdade, aliados e alinhados a ela. A verdade é o próprio Cristo filho de Deus. Nossa oração precisa ser a mesma do salmista:

“Guia-me com a tua VERDADE e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e minha esperança estão em ti o tempo todo.” Salmos 25.5

                Estamos vivendo em uma era onde a verdade é menosprezada, desvalorizada. Não existem mais verdades absolutas, cada um constrói sua própria versão da verdade que se ajusta ao modo de sua vida. Enfim, a Biblia não diz que Jesus é uma verdade, mas que Ele é A VERDADE. Que vivamos um cristianismo mais relevante e menos relativo. É razoável sendo em muitos momentos o Pinóquio do dia a dia, porém o alerta quanto a verdade já foi dito acima!

Grande abraço vivendo na verdade.

Fabrício Tarles.

Gostou, comenta aqui em baixo seu ponto de vista e compartilha com seus amigos nas redes sociais.

2 comentários:

  1. Brilhante texto e informações bem precisas, cara cê tá ficando melhor a cada dia, ops a cada texto. Temos que por amor a verdade acabar com essa "brincadeira" de muito mau gosto em nosso meio critão e ao derredor dele. Gostei

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, eu não sabia da origem dessa "comemoração", particularmente não gosto das brincadeiras que as vezes até sem graça estão infestando as redes sociais, mensagens e ligações, no intuito de ser "engraçado", talvez quando era mais novo no tempo de adolescência eu tenha feito algumas dessas, sendo assim, ou estou mais chato ou estou mais velho, talvez os dois...
    Abraço.

    ResponderExcluir