POSTS NOVOS

terça-feira, 26 de abril de 2016

Perdeu?!




Todos nós perdemos alguma coisa de vez em quando. Algumas não têm valor algum, porém, outras são de extremo valor. Não sabemos onde a perdemos muito menos onde as encontrar novamente, elas fazem muita falta e gostaríamos de tê-las novamente.

O que você acha de nesse momento da sua leitura parar  um pouco e repensar  a cerca dos valores das coisas perdidas em diferentes áreas da vida?

                Na área física, alguns de nós perdemos a saúde, o vigor, a força, ânimo, disposição, audição, visão, rim, pulmão. Na área emocional, alguns de nós perdemos a vontade, a alegria de viver, a paz, a autoestima, a sensação de segurança. Na área comportamental, alguns de nós perdemos a inocência, o juízo, o bom senso, a vergonha. Na área profissional alguns de nós perdemos as oportunidades, a capacidade, o emprego. Nas questões espirituais alguns de nós perdemos, o hábito em ler a bíblia em orar, a comunhão com Deus, a fé na ressurreição de Jesus, o temor, o andar no Espírito, o prazer em ir a igreja congregar com os irmãos, perdemos.....


                Existem de fato perdas irreparáveis, contudo há destas que podem ser reavidas de forma muito particular. Jesus nos ensina e nos mostrar da sua preocupação quanto as coisas perdidas nas “PARÁBOLAS DOS PERDIDOS” Capitulo 15 do livro de Lucas narra sobre a ovelha perdida, a moeda perdida e o filho perdido. Essa ênfase nos leva a entender que Jesus nos ensina a valorizar e a buscarmos as coisas perdidas, e para tal, sempre no final dessas histórias vem grande festa ao encontro de tudo que antes havia se perdido.


Batam e encontrarão, busquem e acharão, o Pai nos ensinando a prosseguir buscando de forma incessante como se tudo dependesse de nós, mesmo sabendo que não necessariamente.

Continue lutando, prosseguindo, avançando, pois estou certo de que aquilo que pode ser reavido em sua vida de fato o será. Que Deus também encontre seu coração disposto a morrer por Ele, para que nELE encontro vida.

Grande Abraço.
Fabrício Tarles


3 comentários:

  1. Muito bom, por incrível que pareça, ultimamente tenho pensado bastante nas coisas que perdi ao longo dos anos, cheguei a conclusão que algumas dessas coisas não tive culpa e que naturalmente iriam de qualquer forma, já outras além de uma parcela de culpa, não dei o melhor de mim para evitar a perda, algumas dessas, fazem muita falta, já outras talvez o melhor mesmo foi ter se perdido.

    ResponderExcluir
  2. Texto maravilhoso e muito sábio. Sua mensagem com certeza trás paz para o coração e vontade de se "achar" em Deus que é o centro de tudo.

    ResponderExcluir
  3. Texto maravilhoso e muito sábio. Sua mensagem com certeza trás paz para o coração e vontade de se "achar" em Deus que é o centro de tudo.

    ResponderExcluir