POSTS NOVOS

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Foi mal, virei ZUMBI



A Pós Modernidade nasce em 16 de Março de 1945, após o “boom” de Hiroshima e Nagasaki. Pós Modernidade vem após o devaneio de um homem chamado Karl Marx que em meio a um contexto de reforma social diz: “O homem é um produto do meio” Quando diz sobre isso, afirma que o homem se “coisificou” e coisa não se ama, se usa.

Na década de 90 os antropólogos da extinta MTV, devanearam sobre como seria a geração dos anos 2000. E a chamada de SCREEN GENERATION a geração que se comunicaria através das telas, essa seria conhecida também, como a GERAÇÃO CABEÇA BAIXA. Essa geração perceberá a vida evacuando de si, pois estarão olhando sempre para as telas dos celulares e tabletes. (Olhe novamente a imagem do post)

A tecnologia foi um avanço para humanidade sem sombra de dúvida, a chegada dos smartphones e tabletes, nos auxiliaram e deixaram a um fácil alcance todo o universo da web. Em contrapartida nos distanciou do mundo real. Gerando uma realidade alternativa. Nunca tivemos  possibilidade de falar e conhecer tantas pessoas ao mesmo tempo como temos hoje, ou seja talvez nunca na história da humanidade estivemos tão perto de tanta gente, em contra partida, nunca tão longe e tão sozinhos. Esse mundo virtual nos aproxima dos longes e nos distancia dos próximos. Faça o experimento em uma praça de alimentação em um shopping, por exemplo, veja quantos casais ainda estão conversando olhando no olho, quantos amigos, gastam tempo com dignidade e intensidade batendo um papo saudável, sem ao menos entre um olhar vago e outro curvar sua cabeça para responder um whats, curtir um fato ou postar uma selfie, seus resultados serão assustadores.

Essa geração coisificada, trocou relacionamentos reais, vivos e presenciais, por LIKES e curtidas, selfies em uma vida virtual que quase toda não é real. Foi mal, viramos zumbis. Zumbis dos filmes e seriados querem carne, algo vivo para se alimentar, zumbis do mundo pós-moderno, estão a procura de uma tomada para carregarem seus smarts e sinal de wi-fi para conectar, desconsiderando o mundo a sua volta, impossibilitando-se de usufruir de experiências pessoais e/ou através de observação fantásticas. Triste realidade! Talvez por isso tenhamos uma geração com tanto conhecimento especifico, mas tão infantilizada mimada e imatura. Uma geração que pode muito, mas está sempre com cabeça baixa, metaforicamente  falando. Essa era nos conecta a tudo e nos desumaniza ao mesmo tempo, lamentável realidade.
Estudos comprovam que pessoas que vivem cercadas de amigos, tendem a sofrer menos de ansiedade e depressão, e pessoas que vivem isoladas correm 3 vezes mais o risco de sofrerem uma morte prematura. O que lamentavelmente é o grande vilão desse tempo perigoso, ansiedade e depressão. Todos nós precisamos dos relacionamentos, nosso proposito inicial na criação, não foi para que vivêssemos sozinhos.

Cultive relacionamentos reais, nós somos gente, nosso universo está além do mundo web. Faça um teste, convide amigos para saírem, jantarem, tomarem um café, gastar um tempo olhando no olho, rindo conversando, trocando vida!

O sensato e sábio Jesus já dizia; amai-vos uns aos outros. Desconecte-se relacione-se!

Grande Abraço
Fabrício Tarles


5 comentários:

  1. Cadê os leitores para comentar?

    Zumbificados não conseguem admitir!

    Não sou zumbificada
    Ainda consigo respeitar uma boa conversa olho no olho sem fisfarçar e olhar no celular...

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente fazemos parte de uma geração que prefere se relacionar e viver através do mundo virtual criando uma falsa ´´vida ´´ nas quais lhes da uma ilusão de domínio sendo que ao invez de serem os dominadores na verdade estão totalmentes dominados . Jovens iludidos mas tao iludidos que a verdadeira realidade se tornou algo distante de ser vivido .

    ResponderExcluir
  3. Viviane, cadê os comentadores? hehehe tmbm me pergunto aahuah abraços!

    ResponderExcluir
  4. Não gostei tanto desse texto para ter meu ponto de vista. Comecei ler achei chato e fui pro final. #prontofalei

    ResponderExcluir