POSTS NOVOS

terça-feira, 22 de abril de 2014

Jesus ou Gênio da Lâmpada?





                      Antes de tudo, quero incentivá-lo a ler até o final do post.                 
               
                Até hoje a maioria de nós cristãos, temos a sensação de que vir a Cristo é passar pra ele a responsabilidade de resolver todos os nossos problemas!

Nós vivemos uma relação com Deus de usufruto, nós passamos a ele nossas responsabilidades, e é por isso que hoje na igreja de Deus tem muito mais gente frustrada com Ele do que satisfeita com Ele, por isso há no mundo muito mais gente que se frustrou com a  fé do que se realizou nela. Porque começou o relacionamento com Deus de forma equivocada.

O pensamento do cristianismo contemporâneo que estamos vendo e ouvindo sempre é:  “ Venha até Jesus, e ele resolverá todos os teus problemas. Venha até Jesus e ele restituirá você, Ele glorificará você, Ele honrará você. Ele, você... Ele você...Ele você.” E claro, obviamente que o povo se apegará a isso e se aproximará desse Jesus. Mas não pensando em Jesus, mais pensando em si mesmo. Pensando nos benefícios de esfregar a lâmpada mágica. E ainda conseguem se frustrar com esse Jesus. E a pergunta que me faço sempre é: “Como se frustrar com esse Jesus, tão perfeito?”

“Caminhando Jesus e os seus discípulos, chagaram a um povoado onde certa mulher chamada Marta o recebeu em sua casa. Maria, sua irmã, ficou sentada aos pés do Senhor, ouvindo a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. E, aproximando-se dele, perguntou "Senhor, não te importas que minha irmã, tenha me deixado sozinha com o serviço?Dize-lhe que me ajude! Respondeu o Senhor "Marta, Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas, todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e essa não lhe será tirada”
                                                                                              Lucas 10.38-42

Esse episódio não é um retrato perfeito da igreja nesses dias? Nunca o negue-se a si mesmo teve uma dificuldade tão gigantesca para ser compreendido como os dias de hoje. E com o passar dos dias isso fica mais fácil de compreendermos. Porque nunca o “TUDO ISSO TE DAREI”(proposta do diabo a Jesus no deserto de adorá-lo e ele dará tudo a Jesus) foi tão grande para o “NEGUE-SE A SI MESMO” (afirmação de Jesus, aos que desejam andar junto a Ele) como agora! Esse evangelho de usufruto, como resultados de bênçãos, sobre bênçãos, tem nos conduzido a rio de águas profundas onde não há retorno. E esse exemplo de Maria, é o qual nos devíamos nos apegar, escolher a melhor parte, sempre será abrir mão de todo esse evangelho centralizador humanizado, e partirmos para um evangelho onde Cristo de fato seja o centro. E não um ser que aparecerá sobre sua lâmpada, sempre disponível a conceder-me dos meus próprios desejos.

é necessário que Ele cresça e eu diminua” João 3.30

João Batista compreendeu com perfeição o que Jesus de fato significado para tudo e todos. Sua vida nos diz objetivamente o quanto João Batista tinha essa compreensão. Este mesmo poderia chegar diante do Messias, apresentando suas necessidades, pedindo-lhe suas honrarias, pois afinal ele é o anunciador, o que preparava o caminho para sua vinda. Não seria este digno de honrarias, bênçãos sem medidas? Mais ao passo disso, João com toda sua maturidade emocional espiritual, disse a Jesus as mais singelas das palavras: “Das tuas sandálias, não sou digno nem de desamarrá-la” . Mais nosso cristianismo contemporâneo, nos apresenta um Deus de dupla honra, um Deus que move absolutamente tudo para me dar o que eu quero. Absurdo não é?!

Lembra da história do jovem rico? Mateus 19:16-23. Guardava tudo, fazia tudo certo, pelo menos na cabeça dele ele achava. E o resultado disso foi o que? Não conseguir viver, a vida com Cristo.

Meu alerta é para nos desprendermos desse evangelho fajuto, frágil, e que não tem Cristo centralizado, mais sim um Cristo gênio da lâmpada mágica. E partirmos para um evangelho onde Jesus seja sempre o centro.


Que possamos escolher a melhor parte como Maria o escolheu, AOS PÉS DE CRISTO!

14 comentários:

  1. Hay acuerdo sí, me gusté de esto texto, mui nobre, verdadero - estou me curando dessa maldita teologia que fere a Soberania de Deus !!

    Pr. Pedro Paulo

    ResponderExcluir
  2. só vamos realmente querer a Jesus qd entendermos que somente Ele tem as palavras de vida eterna... com essa mentalidade nada mais nos importará...

    ResponderExcluir
  3. Perfeito!...é isso que precisa ser pregado nas igrejas de todo o Brasil e do mundo, o evangelho...Cristo é o evangelho, é o centro de tudo.

    Keep going!

    ResponderExcluir
  4. A fuga da responsabilidade não é novidade ..lembra de Adão: "Foi a mulher que o Senhor me deu"... As frustrações de hoje sempre irão se fundamentar na desculpa "Foi o Jesus que me pregaram" e o "Evangelho que me venderam" ...Meu povo perece por falta de conhecimento..voltemos ao evangelho !!!

    ResponderExcluir
  5. Exatamente, as pessoas veem Deus com uma única palavra, "MILAGRE"... claro que ele é Deus do milagre sim, mas o que eu quis dizer com isso é que as pessoas recorrem a Deus esperando que ele faça algo, exatamente como vc disse no texto, minha mãe sempre me disse que quem não vai pelo amor, vai pela dor, é exatamente isso que você escreveu, as pessoas não busca porque é bom, e sim porque está precisando de algo, a vida esta um fracasso, ou doente, ou situação financeira ruim, ai resolve procurar Deus pra ele resolver isso, até acho que Deus é o dono de tudo e pode fazer se quiser, mas acho também que ele não vai simplesmente dar tudo que querem mais fácil mostrar o caminho, é igual minha avó sempre dizia : não dou o peixe, e sim ensino a pescar.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente, vivemos uma triste realidade. Deveríamos amar Jesus Cristo pelo o que Ele já fez por nós, mas, hoje em dia, muitas das igrejas (quer oposição, quer prostetante) prega um paradoxo que deixa a desejar; usando Jesus Cristo como um gênio da lampada para solucionar os nossos problemas a qualquer hora. Devemos viver um evangelho onde Jesus reina em nossos corações!

    ResponderExcluir
  7. Vou compartilhar!

    ResponderExcluir
  8. Que texto perfeito!
    Esses dias li numa parede: Deus não é 190, e numa pregação ouvi: Jesus não é seu traficante! Agora, após ler esse texto percebo o quanto Deus tem me alertado sobre a diferença entre viver a plenitude, isto é, a vontade Dele pra minha vida e viver uma vida medíocre, numa fé medíocre. Minha oração é de ser mais Maria e menos Marta, é comer do banquete que Deus tem preparado e não das migalhas que os cães comem.
    Obrigada por edificar minha vida através desse texto!

    ResponderExcluir
  9. Conhecer a Jesus na sua plenitude nos leva a maturidade espíritual e não como meninos ora antes levados por todo vento de doutrina.
    Amo meu ministério mas me converti a Jesus Cristo meu senhor, e isso é tudo o que preciso.
    Voltemos nós para Jesus

    ResponderExcluir
  10. Muito bom, prevejo alguém se sentindo doído, rsss.
    É muita verdade mesmo que as pessoas tem Jesus como seu "gênio" mesmo, acho que não teria melhor palavra pra descrever, acham que por obrigação ele tem de resolver seus problemas diários, e ao passo que a situação se complica a frustração aumenta, não sei se isso está ligado ao fato das pessoas serem um pouco mimadas ou se é cultura mesmo do povo.
    Tenho como referencia minha mãe, que por mais que a situação seja extrema, sempre leva seus pensamentos a Deus e diz que ele proverá o nosso futuro, nunca se frustrando, admiração total por ela, haha. Acho que isso serve um pouco pra mim mesmo, para tentar parar de culpar o mundo, o universo, Deus ou até as pessoas pelas coisas que acontecem a minha volta. rss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor meditação impossível!! que Deus continue falando ao seu coração!

      Excluir
  11. Acredito verdadeiramente que nós precisamos sair desta zona de conforto achando que tudo vai cair do céu, basta VC pedir e acreditar em Jesus Cristo, sendo que nesses últimos dias percebi que o que de fato necessitamos eh nos converter lembrando que quem eh o centro de todas as coisas eh Deus e não nossos desejos e vontades principalmente o mimimimi rsrsrsr precisamos crescer não somos mais crianças. Ele simplesmente eh digno de toda honra e glória... Nós precisamos sair de cena e deixar quem de fato realmente eh importante nas nossas vidas aparecer, Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Rebeca... Ele merece ser adorado pelo simples fato de merecer. Não o servimos pelo que pode ser nos dado, mas, por necessitamos sobretudo dELE!! Abraços!!

      Excluir