POSTS NOVOS

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

No Colo do Pai





E aí pessoal, não nos vemos por aqui desde o natal. Estávamos nessa correria de inicio de ano, mais estamos de volta... Vamos ao que interessa.

Pra quem não conhece essa foto  acima é a nossa filha, o nome dela é Alice, nossa princesinha, esse mês de janeiro, ela fez 3 meses, mais nessa foto, ela estava com no máximo um mês de vida.

Lembro-me que nesse dia, Alice, chorava bastante com muitas cólicas, então resolvi pega-la em meus braços e tentar aquece-la e acalma-la (ouvi dizer que aquecer a barriga aliviava as cólicas hehe), incrivelmente, como em um passe de mágicas, Alice parou de chorar e dormiu, talvez tenha se sentido aquecida, protegida, afinal ela estava nos braços do pai. E não é assim quando falamos dos braços do pai celestial? O lugar de segurança, refugio, de descanso?! As vezes estamos afogados em meio a um rio de emoções que nos submerge, tristezas, preocupações, medos, ansiedades e tudo mais. E então nosso Paizão vem e nos toma em seus braços, filhos tão pequenos, tão indefesos, cheios de inseguranças e temores, tão dependentes. É ali que podemos chorar, descansar. Talvez tenha sido isso que o salmista quis dizer em Salmos 4.8

“Em Paz também me deitarei e dormirei, porque só tu Senhor, me fazes habitar em segurança”

Como filhos precisamos aprender a desfazer-nos da independência em que insistimos e toma-la como nossa e passarmos a dependermos sempre dessa graça tão consoladora, tão arrebatadora. Fazendo assim, teremos sempre um refugio acalentador, e não precisaremos nos preocupar tanto com todas as situações que estaremos vivendo, seja lá quais forem.

Grande Abraço

Fabrício Tarles

Um comentário:

  1. Verdadeiramente devemos buscar no Senhor forças para continuar, porque é nos braços dele que encontramos a verdadeira felicidade.

    ResponderExcluir